Com fundo de US$ 1,5 bi, Café Santa Mônica chega à China

Com fundo de US$ 1,5 bi, Café Santa Mônica chega à China.
Com fundo de US$ 1,5 bi, Café Santa Mônica chega à China.

Com fundo de US$ 1,5 bi, Café Santa Mônica chega à China

A China caminha para se tornar o maior consumidor mundial de café e o produtor paulista  Café Santa Mônica deu um passo importantíssimo para entrar nesse mercado. A empresa que vinha tentando entrar no país assinou um acordo de 1,5 bilhão de dólares para a construção de suas duas primeiras torrefadoras fora do Brasil, e a instalação de 100 mil vending machines que atenderão diretamente o consumidor chinês.

O acordo, assinado no final da Missão China promovida pelo Governo de São Paulo, é um memorando de entendimento com o fundo de investimento Greenfield Capital e o governo chinês, no qual a Santa Mônica fornecerá o café paulista para a holding.

A marca, que ano passado participou da China International Import Expo, en Xangai, já exporta pequenos lotes de café para a China, e agora aumentou a sua expectativa de fornecimento para cerca de 100 mil sacas de 60kg nos próximos 12 meses, gerando uma receita de cerca de US$ 25 milhões.

“Os embarques de café e os primeiros aportes de recursos começam a partir de setembro. O planejamento indica que o projeto como um todo será concluído em até cinco anos, com a construção das fábricas e a instalação das vending machines“, afirma Colin James Francis, executivo de negócios internacionais do Café Santa Mônica.

O acordo vai permitir que a empresa brasileira venda diretamente para o mercado chinês, garantindo assim melhores margens de remuneração ao longo de toda a cadeia de produção.

De olho no mercado chinês

Atualmente, o Café Santa Mônica já exporta para mais de 30 países e iniciou recentemente os primeiros embarques para a China, mas ainda em lotes pequenos. O acordo permitirá que a empresa possa ampliar de forma significativa sua participação no mercado chinês.

O café é produzido na Fazenda Santa Monica, uma das pioneiras na cultura do Café Gourmet no Brasil, na região de Machado, no sul de Minas Gerais, desde 1985.

A empresa Santa Monica ganhou gosto pelas oportunidades na China depois da participação na China International Import Expo, o primeiro evento de que participou na Ásia Oriental também com bons resultados. Ano passado viajou a convite da FIESP e da APEX-BRASIL, e este ano, fez parte da missão paulista liderada pelo governador João Doria, e organizada pela InvestSP.