Unidos de Vila Maria levará a China para o Anhembi no carnaval de 2020

Foto: Divulgação

Esbanjando simpatia e com muito samba no pé a Ex-BBB Jaqueline Grohalski, destaque da escola de samba Unidos de Vila Maria, conquistou o publicou e fez os membros da comunidade chinesa caírem no samba. Alguns deles arriscaram timidamente os passos do ritmo brasileiro e logo não pararam mais.

Jaqueline Grohalski Foto: Divulgação

Foi assim, com muita música e dança que ocorreu a melhor integração cultural possível durante o Festival da Imigração Chinesa que aconteceu neste domingo na Praça Armando de Oliveira Sales, na cidade de São Paulo, em comemoração aos 45 anos das relações Brasil-China e o dia da Imigração Chinesa no Brasil, celebrado todo 15 de agosto.

O evento contou com diversas atrações entre estas: gastronomia, dança, canto, medicina chinesa, pintura e caligrafia. E claro, a Unidos de Vila Maria que também fez parte da festa. O motivo: a escola escolheu a China como temática para o carnaval de 2020. Com um samba enredo que promete o desfile já tem data e hora marcada, será no dia 22 de fevereiro de 2020.  A escola será a sexta a desfilar no sambódromo do Anhembi.

Velha Guarda Foto: Unidos de Vila Maria
Foto: Renan Lopes

 

foto: Paulo Sadao

O presidente da Unidos de Vila Maria, Adilson José de Souza, comentou que a escola gosta de inovar todo ano com os enredos apresentados e que a China, e o que ela representa no cenário atual, pode trazer influências interessantes para a cultura brasileira “Estamos felizes de utilizar a China como temática. A forma com que a civilização chinesa decidiu evoluir é uma grande lição”, afirma.

Para o carnavalesco da escola, Cristiano Bara, a oportunidade de dar destaque à China no carnaval de 2020 é a realização de um sonho de longa data. “Já trabalhei em outros carnavais, mas sempre tive vontade de representar a China no samba enredo. Estamos falando de uma cultura milenar, com mais de cinco mil anos de história. Tudo isso renderia uns 20 enredos. Mas, a Unidos de Vila Maria escolheu mostrar que a China manteve sua tradição e hoje é uma China diferente que quer se integrar com o mundo” explica e garante que o espetáculo irá atrair muitos olhares e quem sabe conquistar o campeonato tão sonhado pela escola.

Foto: TV Globo/Reprodução

Samba enredo

Ficou curioso de como será o samba enredo? O carnavalesco Cristiano Bara contou com exclusividade ao Fórum Brasil China alguns detalhes:

O samba enredo da Unidos de Vila Maria será muito mais que uma homenagem, representará o agradecimento do Brasil ao povo chinês pela sua contribuição ao mundo.

O desfile abre com a representação do lado tradicional da China, entre muralhas e tradições mostra como o país asiático foi evoluindo. Logo apresenta algumas das grandes invenções que utilizamos no dia a dia, desde as mais simples como macarrão, escova de dente, cadeira, sorvete até pólvora e instrumentos medicinais.

No decorrer do desfile será apresentada a China dos tempos de Confúcio- filósofo chinês que viveu entre 551 e 479 a.C. A escola destacará os ensinamentos do filósofo para a humanidade, entre estes viver bem um com outro.  “A gente levará ao sambódromo a representação de uma biblioteca gigantesca inspirada na nova biblioteca pública da China”, conta Cristiano.

Na sequência o Ano Novo Chinês invade o sambódromo do Anhembi e a explosão de crescimento dos últimos 70 anos na China se torna a protagonista do desfile. Serão apresentadas cidades inteligentes, controladas pela internet, como Shenzhen. Também se fará alusão a integração da natureza com desenvolvimento tecnológico.  E falando de natureza os pandas estarão presentes na avenida.

No último carro teremos o grande abraço Brasil-China. Uma representação de 56 etnias, unidas neste carro, que simboliza uma nave espacial que leva a China e os cinco continentes para a lua.  “Será uma junção da Vila Maria, os chineses no Brasil, os chineses na China, enfim uma grande celebração” conclui o carnavalesco.

Unidos de Vila Maria na China

No dia 4 de junho, representantes da escola Unidos de Vila Maria a convite do Ibrachina com apoio do Instituto Confúcio para Negócios FAAP, embarcaram em uma aventura de 35 dias para China. A visita histórica ao país asiático tinha como objetivo conhecer a cultura chinesa para inspirar o carnaval de 2020.

Unidos de Vila Maria visita China. Foto: Ibrachina

A delegação da Unidos de Vila Maria conheceu as províncias de Pequim e Guizhou,  além de visitar lugares tradicionais da cultura chinesa tais como: a Cidade Proibida, o Palácio de Verão, a Muralha Chinesa, o Panda e o Parque Olímpico.

O presidente da escola Adilson José de Souza e o carnavalesco Cristiano Bara também visitaram o Hanban, a Ópera de Pequim, onde conheceram a história, figurinos e acessórios e ganharam como homenagem uma apresentação exclusiva.

Na Universidade Capital de Educação Física e Esportes a delegação da escola de samba assistiu a um espetáculo com 10 tipos de artes marciais e dança.

Já na província de Guizhou, que guarda a memória viva de 56 etnias chinesas, eles frequentaram museus e o teatro de Guiyang, onde assistiram um espetáculo com 150 artistas e performances de dança, interpretação, música e artes marciais.  A visita conclui na Praça do Povo, local que retrata a China multicultural.

Para o carnavalesco da Unidos de Vila Maria, conhecer a China foi a porta de entrada de um grande fluxo de idéias. “Fiquei encantado, presenciamos espetáculo de universidades, bailarinos, e a Ópera de Pequim. Isso é algo impagável”, conta emocionado.

Os ensaios começaram há três meses na escola, e logo será a vez do samba enredo e das alegorias, que segundo Adilson terá um grande impacto no público. “Será uma mistura de cultura milenar chinesa, tecnologia e cultura brasileira”.

A alegria da Unidos de Vila Maria que contagiou a comunidade chinesa no Festival deste domingo é prova disso. Aguardamos ansiosamente pelas novidades.