Autoridades ambientais da China multaram em poluidores em 4,25 bilhões de yuans (aproximadamente 2,3 bilhões de reais) em 2015, um aumento anual de 34%, informou o ministro da Proteção Ambiental, Chen Jining, segundo a agência Xinhua.

As autoridades entregaram mais de 97 mil notificações de punição aos poluidores, informou Chen em uma entrevista durante a Assembleia Nacional Popular.

Poluidores envolvidos em 2.079 casos foram detidos pela polícia e 1.685 casos foram processados. Cerca de 1,77 milhões de empresas foram inspecionadas, com 191 mil delas sendo punidas, 20 mil fechadas e 34 mil em suspensão de produção.

“Eu gostaria de enfatizar que a punição severa não é um fim mas um meio para as empresas entenderem a importância de se obedecer a lei”, disse Chen. A pasta também aumentou a supervisão dos governos locais, inspecionou 33 cidades e entrevistou 15 importantes funcionários municipais.

A lei de proteção ambiental revisada da China entrou em vigor em janeiro de 2015.