A tendência da moda ética está crescendo cada vez mais entre os consumidores de luxo chineses conscientes, como mostram as criações de desenhadora Renli Su, que trabalha em Londres.

A sua coleção Outono/Inverno 2016 foi apresentada durante a London Fashion Week usando tecidos orgânicos procedentes da China, Índia e aldeias tibetanas, como seda e até o clássico tweed inglês, para mostrar leveza, suavidad e sensação de movimento, com cores claras e naturais. A coleção tem casacos, saias e vestidos, largos e confortáveis, com plissados e pregas suaves.

A desenhadora nascida na província de Fujian, no sul da China, é influenciada por filosofias de dança contemporânea, da coreógrafa belga Anne Teresa de Keersmaeker, e sua obra mais famosa, Fase. A estética das suas criações também se baseia em artesanato e referências da história.

As criações de Renli Su buscam como público mulheres elegantes, inteligentes e modernas.

Ela foi escolhida recentemente na lista 30 com menos de 30 na Ásia, da revista Forbes.

Para conhecer mais sobre as criações de Renli Su: http://www.renlisu.com ou https://www.instagram.com/renlisu/